top of page
dfghj.png

O Quadrado Sator




É um quadrado latino de ordem 5 que tem propriedades interessantes e tem sido utilizado em diversas culturas e tradições ao longo da história.


O quadrado sator é um palíndromo, composto por cinco palavras idênticas, escritas em sentido horizontal e vertical, formando um quadrado de cinco por cinco. Essas palavras são "SATOR", "AREPO", "TENET", "OPERA" e "ROTAS", e são lidas tanto na horizontal quanto na vertical.


O quadrado sator é um objeto de grande interesse para estudiosos de diversas áreas, incluindo matemática, história, arqueologia, religião e misticismo. A origem do quadrado sator é desconhecida, mas há registros de seu uso em diversas culturas, incluindo os romanos, egípcios, hebreus e cristãos.


O quadrado sator tem propriedades interessantes. Por exemplo, ele é um quadrado latino, o que significa que cada letra aparece exatamente uma vez em cada linha e em cada coluna. Além disso, ele é um palíndromo central, ou seja, pode ser lido tanto da esquerda para a direita quanto de cima para baixo. O quadrado sator também pode ser lido em diagonal, formando a frase "SATOR AREPO TENET OPERA ROTAS".


O quadrado sator tem sido associado a várias crenças e práticas místicas ao longo da história, incluindo o cristianismo primitivo, o gnosticismo, o hermetismo e a cabala. Algumas interpretações sugerem que o quadrado sator é um amuleto de proteção, enquanto outras afirmam que ele tem propriedades mágicas para trazer sorte e sucesso.


Aqui estão algumas das funções atribuídas na magia:


Proteção: O quadrado sator tem sido usado como um amuleto de proteção contra a magia destrutiva e outras ameaças. Algumas tradições sugerem que o quadrado sator deve ser escrito em um pedaço de papel ou em um amuleto e usado como uma proteção pessoal.


Sorte e sucesso: Algumas tradições acreditam que o quadrado sator tem propriedades mágicas para trazer sorte e sucesso. Ele pode ser usado em rituais para atrair prosperidade, boa fortuna e sucesso nos empreendimentos.


Conexão com o divino: O quadrado sator tem sido associado a várias forças em diferentes tradições.


Criação e manifestação: Algumas tradições afirmam que o quadrado sator tem propriedades para criar e manifestar. Ele pode ser usado em rituais para manifestar desejos, criar mudanças positivas na vida e alcançar objetivos.


Ocultismo: O quadrado sator tem sido estudado e interpretado por muitos estudiosos e praticantes do misticismo e do ocultismo. Algumas teorias sugerem que ele contém símbolos e códigos secretos que revelam conhecimentos ocultos e esotéricos.


Lendas e mitos: O quadrado sator aparece em muitas lendas e mitos em diferentes culturas. Alguns mitos sugerem que ele tem poderes sobrenaturais para proteger e ajudar aqueles que o possuem. Outras lendas contam histórias sobre o quadrado sator sendo usado em rituais mágicos para alcançar objetivos e enfrentar desafios.


Enquanto alguns pesquisadores continuam se concentrando nas palavras do quadrado, outros têm explorado novas possibilidades ao brincar com as letras. Dentre as versões construídas, uma delas foi SAT ORARE POTEN ET OPERA ROTAS, cujo significado mais aceito é "ter poder suficiente para orar e trabalhar diariamente", também conhecido como o lema "ora et labora". Entretanto, outros encontram conexões com o Diabo. Em 1883, o historiador alemão Gustav Fritsch rearranjou as letras para encontrar uma invocação a Satanás. O historiador francês Guillaume de Jerphanion (1877-1948) encontrou, usando as mesmas letras, exemplos de fórmulas conhecidas para exorcismos, como RETRO SATANA, TOTO OPER ASPER.


Acredita-se que o quadrado tenha sido usado como um amuleto ou objeto sagrado para proteção e sorte. Há relatos de que o quadrado foi encontrado em moedas, pedras, edifícios e até em objetos pessoais, como anéis e colares.


Independentemente de sua origem e significado exatos, o quadrado de Sator continua sendo um objeto fascinante e misterioso que tem intrigado pesquisadores e entusiastas por séculos. Sua presença em diferentes culturas e tradições é um testemunho de sua durabilidade e relevância contínuas.


No final das contas, o quadrado de Sator é uma lembrança da rica e complexa história da humanidade e de sua constante busca por significado e compreensão do mundo ao seu redor. É um símbolo de nossa curiosidade e imaginação sem fim, e uma fonte de inspiração e fascínio para as gerações futuras.


Embora seja uma crença generalizada que os cristãos tenham adotado o quadrado enigmático, é pouco provável que eles sejam seus criadores. Os exemplos mais antigos conhecidos do quadrado foram encontrados sob as cinzas da erupção do vulcão Vesúvio, que soterrou Pompeia em 79 d.C. e, nessa época, a presença do cristianismo na cidade era improvável. Existem várias razões para isso, como o fato de que o grego era o idioma comum do cristianismo naquela época, não o latim. Além disso, o conceito de Deus como alfa e ômega só seria difundido entre os cristãos posteriormente, e a cruz só se tornaria um símbolo popular de Cristo ao longo do século 2°. Os símbolos cristãos codificados são mais fortemente relacionados aos períodos de perseguição generalizada, especialmente a partir do século 3°. Por todas estas razões, muitas pessoas concluem que o quadrado de Sator foi reciclado e reapropriado pelos cristãos posteriormente. Existem muitas teorias sobre as verdadeiras origens do quadrado, que o relacionam às escolas filosóficas pitagórica e estoica, além de religiões como o orfismo e o misterioso mitraísmo. Também se afirma que referências a divindades gregas ou egípcias tenham sido codificadas no quadrado. No entanto, uma das teorias mais dominantes, respaldada por importantes acadêmicos, é que suas raízes provavelmente se encontram no judaísmo antigo. Havia muitos judeus residentes em Pompeia, que falavam latim. Sua afinidade pelos símbolos de palavras místicas e codificadas é conhecida e alguns estudiosos consideram que interpretar o palíndromo como uma equação matemática representa a divindade judaica. Os mesmos motivos que, para alguns, provam que o símbolo era cristão também parecem ser válidos para o judaísmo. Por exemplo, as letras "T" de TENET podem ser explicadas como cruzes cristãs, mas também como a forma latina do símbolo judaico da salvação "tau" (de Ezequiel).

O quadrado pode ter sido criado durante as perseguições aos judeus nos anos 19 ou 49 d.C. e caído em desuso, para ser posteriormente resgatado pelos cristãos que enfrentavam perseguições similares e apreciavam o simbolismo oculto do quadrado. A palavra latina "Paternoster" também era comum no judaísmo e diversas orações judaicas já faziam referência ao "Pai Nosso". O conceito de alfa e ômega aparece no judaísmo muito antes do cristianismo, e as letras "aleph" e "tau" são usadas no Talmud como símbolos de totalidade.


A ARTE DOS ENCANTAMENTOS

Qualquer que seja a origem do quadrado, sua resistência perdurou ao longo dos séculos, moldando-se e adquirindo novas propriedades mágicas. Passou a ser considerado um amuleto capaz de afastar males e enfermidades.

O quadrado era utilizado para curar uma infinidade de males, desde mordidas de cães e raiva, em que se comia pão com o quadrado modelado na manteiga, até dores de dente, medo de água e loucura. Na Idade Média alemã, acredita-se que um disco talhado com o quadrado poderia apagar incêndios. Na Islândia, gravava-se o quadrado nas unhas para curar a icterícia. No Brasil, ele era utilizado para curar picadas de cobras.

Embora o significado original do quadrado de Sator e suas primeiras interpretações possam ter se perdido, ele serviu de linha para conectar práticas místicas através do tempo e da distância, contribuindo para formar a colcha de retalhos que é a cultura global. Até os dias atuais, ele continua exercendo esta função, gerando comentários acadêmicos e polêmica entre os eruditos.

Um desses eruditos descreveu o quadrado de Sator como residente da "região misteriosa onde se encontram a religião, a superstição e a magia, onde se acredita que as palavras, os números e as letras, quando adequadamente combinados, exercem poder sobre os processos da natureza..."

Tal observação seria capaz de satisfazer o criativo autor do quadrado, não é mesmo?

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page