top of page
dfghj.png

Rubi Estrela

RUBI ESTRELA - BANIMENTO






1 – De frente para o Leste, fazendo o Sinal de Banimento, diga com vontade: APO PANTOS KAKODAIMONOS ( ” Afasta-te Espírito do Mal” )



2 – Faça a Cruz Cabalística:



– toque a testa e diga: SOI – ” A Ti”


– toque o sexo e diga: O FALLE – ” O Falus”


– toque o ombro direito e diga: ISCUROS – ” A Força”


– toque o ombro esquerdo e diga: EUCARISTOS – “Eucaristia; graça divina”


– junte as mãos no peito e diga: IAO – ” O Deus dos Gnósticos; Isis ( As forças da Natureza) Apophis ( são destruídas) Osiris ( e renascem)”



3 – Continuando de frente para o Leste, coloque as mãos na face, envergando o corpo para trás, inspirando profundamente, imagine um Pentagrama dentro da cabeça, bem nítido e então, fazendo o Sinal do Entrante, lance-o para frente, rugindo THERION.



4 – De frente para o Norte, repetindo o gesto anterior, lance o Pentagrama para frente e diga NUIT.



Caso o estudante não tenha percebido, está girando no sentido anti-horário.



5 – De frente para o Oeste, repita o processo anterior, e sussurre BABALON.



6 – De frente para o Sul, repita o processo anterior e diga firmemente HADIT



7 – Completando o círculo, faça o Sinal de Banimento com energia e diga IO PAN, pisando forte com o pé direito.



8 – Faça os sinais de NOX.



9 – Na posição de Cruz (os braços abertos e os pés juntos), o estudante repetirá:



– PRO MOU IUGGES – (a minha frente Iugges)


– OPISO MOU TELETARCAI – (atrás de mim Teletarcai)


– EPI DECIA SYNOSES – (a minha direita Sainoses)


– EPARISTERA DAIMONES – (a minha esquerda Daimones)


– FLEGEI GAR PERI MOU O ASTHR TON PENTE – pois ao meu redor flamejam os pentagramas


– KAI EN THI STHLHI O ASTHR TON EX ESTHKE – e na coluna do meio brilha a estrela de seis pontas.



10 – Repita a Cruz Cabalística, a parte 1 e o ritual estará encerrado.



No 777, a pedra Rubi Estrela, representa a energia masculina da Estrela Criadora.


Fonte: Deldebbio - Mayhem Project



Nota minha: Estudar o contexto da palavra "daimon" é importante, pois solitária esta palavra não possui associação a "demônios" pois daemon significa "espírito" e sua natureza depende do que vem antes, exemplo:



Agathodaemon (espirito benevolente)


Kakodaemon (espírito maligno).


ESCLARECIMENTOS APÓS DÚVIDAS RECEBIDAS


SOBRE O RUBI ESTRELA SER "PARECIDO" COM O RMP•

Por: Marcelo Del Debbio - Mayhem Project


Este é um dos rituais oficiais da Astrum Argentum, publicado pela primeira vez em 1913 e descrito por Crowley como sendo “Uma nova e mais elaborada versão do Ritual Menor do Pentagrama, que superava em muito todos os rituais apresentados antes dele” (Chapter XXV of Liber CCCXXXIII). Crowley dizia que os rituais da Golden Dawn haviam se tornado estéreis, sendo obrigado a substituí-los pelo Rubi Estrela, muito mais potente e eficiente. Foi revisado em 1929 sob a alegação de que as variações do RMP haviam corrompido e deturpado a energia original e que o Star Ruby era o único que realmente conseguia acessar amplitudes de frequencias que o RMP não conseguia (Appendix VI of Book 4, Part III: Magick in Theory and Practice).


ESCLARECIMENTO SOBRE O TERMO "DAIMON"


Na língua grega, o termo "daimon" (δαίμων) refere-se a um espírito ou ser divino, e não necessariamente possui a conotação negativa de "demônio" como entendido na cultura ocidental. O conceito de "daimon" na filosofia grega antiga é mais amplo e abrange uma variedade de entidades espirituais.


No contexto grego, os "daimones" são seres intermediários entre os deuses e os seres humanos, atuando como mensageiros, protetores ou guias espirituais. Eles podem ser benéficos (agathodaemon) ou maléficos (kakodaemon), dependendo das circunstâncias e do propósito em que estão envolvidos.


O termo "agathodaemon" (ἀγαθοδαίμων) se refere a um espírito benéfico ou bom, associado a boas fortunas, proteção e influências positivas. Já o termo "kakodaemon" (κακοδαίμων) se refere a um espírito maléfico ou maligno, associado a infortúnios, má sorte ou influências negativas.


É importante destacar que a compreensão dos conceitos de "daimon", "agathodaemon" e "kakodaemon" pode variar de acordo com o contexto cultural, religioso e filosófico em que são utilizados.


O RUBI ESTRELA NÃO É FEITO SÓ PARA HOMENS - O FALO É SIMBÓLICO


No hermetismo, o princípio do gênero vai além do conceito de sexo biológico. Ele se refere às polaridades energéticas e características psíquicas associadas ao masculino e feminino, não se limitando à identidade de gênero ou à expressão sexual de uma pessoa. Essas energias estão presentes em tudo, desde seres humanos, animais, mitologia, plantas até objetos, e conceitos abstratos.


Independentemente do sexo biológico, todas as pessoas têm tanto aspectos masculinos quanto femininos dentro de si. Isso se refere a qualidades e características psicológicas, emocionais e espirituais associadas ao masculino e feminino, como força, intuição, criatividade, ação e compaixão.


No hermetismo, busca-se explorar e equilibrar essas energias dentro de si mesmo para alcançar harmonia e plenitude. O princípio do gênero vai além da visão estritamente biológica do sexo, convidando os praticantes a compreender e integrar as energias masculinas e femininas presentes em todas as coisas.


O Rubi Estrela é um ritual de banimento de caráter "masculino" (ativo) em base marcial (marte). Começa com invocação de uma força fálica partindo para as energias do Novo Æon, purificando via a tríade superior da Árvore da Vida e concluindo com antiquísimas energias do Velho Æon.


ISOPSEFIA DAS LETRAS E NÚMEROS ATÉ O ARCANO DA TORRE


Ω ΦΑΛΛΕ = O FALLE = 800+500+1+30+30+5 = 1366


O FALO/FALLE = 1366


Redução Teosófica 1+3+6+6= 16 


Arcano 16 = "O Atu" que é "A Torre" no Tarot de Thoth = Fálico = espada, ação, emissão


Marte (guerra) = Arcano 16 (Torre ou O Atu)

335 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page